Caderno de Sábado

12/10/2020 - 11:00

Teatro em Casa

O grupo Fulanos de Tal.

Grupo teatral Fulanos de Tal lança projeto que tem como objetivo compartilhar vídeos de humor nas redes sociais

O grupo Fulanos de Tal criou um jeito de matar a saudade que o público sente das peças teatrais, suspensas desde o início da pandemia: o projeto ‘Teatro em Casa’, que desde a última quarta-feira, dia 7, apresenta a arte do teatro em formato digital. Nos próximos dois meses, a ideia é lançar dois vídeos semanais nas redes sociais, todos eles com o humor característico do grupo. 
Líder e fundador da trupe criada há oito anos, Márcio de Oliveira diz que o projeto surgiu da falta que os artistas sentem dos palcos. Desde 2012, o Fulanos de Tal apresentava ao menos uma peça de teatro por ano à plateia – a última interação do grupo com o público ocorreu durante a Fenavindima, realizada em fevereiro.
Para o ano de 2020, estava nos planos um novo espetáculo, estruturado dentro de uma casa onde cada cômodo iria ser um cenário da história. O lançamento, no entanto, foi frustrado pela pandemia do coronavírus: “Não poder levar nosso trabalho à frente foi um banho de água fria. Apresentar para a plateia no palco é a nossa paixão. Mesmo que o teatro não seja a nossa fonte principal de renda, a arte contribui no desenvolvimento pessoal e emocional do elenco”, afirma Márcio.
Por isso mesmo, o artista, que coordena e dirige as apresentações do Fulanos de Tal, não conseguiu ficar parado durante a quarentena. Márcio aproveitou o tempo para escrever duas peças novas e começou a pensar em uma alternativa de apresentá-las para o público. Primeiro, cogitou transformar as peças em lives. Logo, concluiu que a melhor forma de fazer isso era a produção de uma série de vídeos, disponibilizados nas redes sociais do grupo – assim nasceu o projeto ‘Teatro em Casa’.
Os vídeos terão a participação do elenco que, além de Márcio, conta atualmente com os atores Leticia Forlin, Vinicius Forlin, Gregory Cecconello, Roberta Reis, Adriel Salvador e Michelle Tonello. “Cada um vai gravar na sua casa, com seus equipamentos. Eu quero que seja feito do coração, com tudo que estiver ao nosso alcance”, afirma Márcio.
As esquetes serão disponibilizadas todas as quartas-feiras no perfil do Instagram @fulanosdetal, inicialmente até o mês de novembro. A continuidade do projeto ‘Teatro em Casa’, segundo Márcio, depende da aceitação do público. Outra iniciativa do Fulanos de Tal é o ‘Mande sua História’, na qual o elenco irá encenar histórias enviadas pelas pessoas.
Mas o principal desejo do grupo é mesmo retornar aos palcos o mais rápido possível: “Eu torço bastante, do fundo do meu coração, para que tudo se resolva logo e possamos voltar com as apresentações para o público. Se tudo der certo, que esse retorno seja na Casa da Cultura. É um sonho antigo que temos esperança de concretizar”, projeta o artista.

Por

Compartilhe esta notícia:
O grupo Fulanos de Tal.  - Alan Novello/ Divulgação

Outras Notícias:

Nenhum Comentário

Deixe o Seu Comentário

Copyrights © 2021 Todos os direitos reservados por Jornal O Florense.