Nova Pádua

10/09/2021 - 18:00

O renascer de um legado

O lançamento da obra póstuma de Flávio Luis Ferrarini, “Depois da Chuvarada”, ocorrerá às 16h de sábado, dia 11.

Obra póstuma de Flávio Luis Ferrarini será apresentada na primeira Feira do Livro de Nova Pádua

O que você imagina encontrar “Depois da Chuvarada”? Alguns, a leveza de uma brisa ou o cheiro da terra molhada, outros o arco-íris que enfeita o céu com suas nuances de cor e o sol que volta a brilhar, ou, ainda, onde a viagem pelo universo mágico da literatura puder te levar. 
A busca por transmitir essas sensações e proporcionar uma leitura agradável, fluída e com conteúdo que mescla fatos cotidianos a pinceladas de humor e nostalgia foi o que inspirou a psicóloga e coordenadora do Instituto Flávio Luis Ferrarini, Madeleine Ferrarini DalleMolle, a organizar a obra póstuma de seu irmão, Flávio Luis Ferrarini, intitulada “Depois da Chuvarada”. “A ideia da publicação surgiu há uns três anos, quando encontrei no computador do meu irmão o arquivo com a obra inédita. Era um PDF com 72 páginas. Gostei muito do título e do conteúdo. A partir daí fiquei pensando que estes textos deveriam ‘sair da gaveta’ e se tornarem uma obra”, lembra Madeleine.  
No entanto, essa ideia acabou saindo do papel somente em 2020, quando a pandemia de Covid-19 obrigou todos a parar. “Em novembro de 2020 convidei algumas amigas e integrantes do Instituto Flávio Luis Ferrarini que abraçaram a ideia: a psicóloga e educadora Carla Rocha Manosso, a contadora Edite Marin Vailatti e a jornalista Karine Bergozza”, ressalta a linha de frente do Instituto.  
A partir dessa união e de diversos encontros, elas optaram por incrementar o livro com mais crônicas marcantes na trajetória de Ferrarini, processo que envolveu muitas leituras e a difícil missão de selecionar os escritos que deveriam integrar a obra. Incluir uma divisão por capítulos temáticos, ilustrações e textos de apresentação, também foi uma decisão que surgiu ao longo das reuniões e fez com que o livro se tornasse mais atrativo.  
O minucioso trabalho levou cerca de nove meses e o resultado foi uma publicação de 315 páginas, editada pela EDUCS, e subdividida em quatro capítulos: Memória Lascada, Santa Nostalgia, Sobre tudo e Sobre todos e, Salve Salve. 
O prefácio foi escrito pelo fundador do Projeto Mão Amiga, Frei Jaime Bettega, e as ilustrações são de Mauro Machado de Oliveira, que conviveu com Flávio na Exacta Publicidade, atual Planet House Propaganda, na qual Ferrarini trabalhou por grande parte de sua vida. O livro também reúne alguns depoimentos e comentários elogiosos que o poeta recebeu. “Estamos orgulhosas e felizes em termos conseguido realizar mais este projeto de incentivo à leitura:  Ler é uma Arte, do IFLF. Uma obra que acreditamos ter um valor cultural, histórico e ao mesmo tempo, abordar assuntos atuais, por ser atemporal”, evidencia Madeleine.
A escolha pelo gênero crônica também se deve ao fato de serem textos com linguagem coloquial, curtos, de fácil compreensão e que transitam em diferentes abordagens, tais como: política, economia, ambientalista, saúde, educação e segurança, sempre provocando uma crítica reflexiva e oferecendo uma nova visão a respeito daquele mesmo tema.  Em seus textos, Flávio também relembrou acontecimentos da infância, descreveu gostos, cheiros e sons dos quais demonstrava sentir saudade.
O lançamento de “Depois da Chuvarada” está agendado para sábado, dia 11, a partir das 16h, durante a primeira Feira do Livro de Nova Pádua, na Adega Dom Camilo. Durante o evento, nos dias 11 e 12, a obra poderá ser adquirida no estande do Almanaque Cultural pelo valor promocional de R$ 60. Após, a R$ 69,90, a publicação estará disponível na livraria da UCS e pelo site da Amazon.
Também como forma de incentivo à leitura, o Instituto Flávio Luis Ferrarini doará uma grande quantidade de livros para escolas, entidades, bibliotecas públicas e universidades. Uma maneira de democratizar o acesso à cultura e ao legado de Ferrarini que, agora, ganhou mais um capítulo no livro da literatura.

Programação 1ª Feira do Livro

- Abertura com a presença do patrono, Gustavo Tamagno Martins: sábado, dia 11, às 14h;
- Lançamento do livro póstumo “Depois da Chuvarada”, de Flávio Luis Ferrarini: sábado, dia 11, às 16h;
- Exibição do curta-metragem “O Menino da Terra do Sol”, em formato cine drive-in: 
sábado e domingo, dias 11 e 12,  às 19h. 

- Bancas com vendas de livros: Almanaque Cultural, Livraria Do Arco da Velha, Livraria Paulus, Livraria Clássica e Livraria do Maneco; 
- Música ao vivo: Maicon & Pontel; 
- Exposições e apresentações artísticas: Alessandra Pauletti, Juh Manosso, Vanessa Debon e Eduardo Vezzaro;
- Artesanato; 
- Oficina para confecção de pipas, com Roger Castro; 
- Gastronomia típica da região;
- Food Trucks; 
- Contações de histórias: parceria com a Odisseia do Conhecimento.

No domingo, dia 12, a programação inicia às 10h da manhã.
Em caso de chuva o evento já tem nova data agendada: dias 25 e 26 de setembro. 
Organização: Prefeitura Municipal de Nova Pádua e Instituto Flávio Luis Ferrarini.

Por Karine Bergozza - redacao@jornaloflorense.com.br

Compartilhe esta notícia:
O lançamento da obra póstuma de Flávio Luis Ferrarini, “Depois da Chuvarada”, ocorrerá às 16h de sábado, dia 11.  - Gabriela Fiorio

Outras Notícias:

Nenhum Comentário

Deixe o Seu Comentário

Copyrights © 2021 Todos os direitos reservados por Jornal O Florense.