Esporte

28/03/2017 - 11:27

A quatro dias da estreia, o sonho acabou para o Flores Futsal

Equipe do Flores Futsal foi apresentada em fevereiro.

Falta de pagamento da taxa de inscrição à Liga Nacional de Futsal foi o motivo da exclusão da equipe na disputa nacional

O sonho de muitos florenses em ver um time profissional representando a cidade na elite do futsal brasileiro e poder assistir de perto aos jogos de equipes reconhecidas nacionalmente no recém inaugurado Ginásio Poliesportivo Marcos João Pivoto, acabou a poucos dias da estreia. A falta de pagamento da taxa de inscrição de R$ 47 mil à Liga Nacional de Futsal (LNF), que organiza a competição, foi o motivo da exclusão. A notícia de que o Flores da Cunha Futsal não estaria na lista das equipes que irão participar do torneio nacional começou a circular no final da tarde de ontem, segunda-feira, dia 27. Na sexta, dia 31, o time comandado por Paulo Boff estrearia no torneio contra o Marreco, do Paraná.

Em nota divulgada nas redes sociais, a direção do clube informou que a LNF cancelou sua participação, a exemplo do que fizera com Floripa (SC) e São José (SP), mas está assegurada a disputa do Estadual Série Ouro. Além disso, o amistoso contra a ACBF, na noite de quarta-feira, dia 29, também está confirmado. Os torcedores que adquiriram ingressos antecipados para os dois jogos poderão ser ressarcidos de parte do valor ou levar um acompanhante para a partida de amanhã no Poliesportivo. O ingresso para o confronto com o time de Carlos Barbosa custa R$ 10 antecipadamente e R$ 20 na hora do jogo.

Leia mais na edição impressa do Jornal O Florense desta sexta-feira, dia 31.

 

Leia também:

Flores Futsal é derrotado pelo concórdia por 4 x 2 em casa

Flores da Cunha Futsal apresenta equipe técnica e jogadores

 

Por Antonio Coloda - Coloda@jornaloflorense.com

Compartilhe esta notícia:
Equipe do Flores Futsal foi apresentada em fevereiro. - Antonio Coloda/O Florense

Outras Notícias:

4 Comentários

  1. AhAhAhAh....... Tragédia já sabida faz tempo. É só lerem o meu comentário à reportagem do Jornal O Florense em que era anunciada a criação deste "time" de futsal, que seria dirigida por pessoas sem nenhuma ou pouca expressão no cenário do esporte de salão. E aí está, engambelaram o Sr. Prefeito e desta vez foi logo de cara que se perderam nos números estes "gestores" do time Florense, que de florense só teêm o GINASIO POLIESPORTIVO do Município e, de resto, todos os que já rodaram por todos os clubes de futsal das redondezas aí estão tentando querer sugar alguns pilas. E segue o baile, senhores!!!! Fernando Pivoto Capela de São Roque

  2. Lamentável para o futebol de Flores da Cunha, estava bom de mais para ser verdade, não conseguem nem organizar um torneio de "ovelha" na cidade, e querem colocar time na elite do futsal. Que vergonha agora para a querida Flores da Cunha, vergonha para a gestão política atual, e principalmente , vergonha a todos nós que fomos enganados,pois se faltou dinheiro para mostrar a cidade em âmbito nacional, mostra a falta de vontade da coordenação de tentar chegar até nós a buscar os mesmos se do poder público não veio.

  3. Cara o que dizer a respeito disso,a cidade e o cidadão esperançosos com um time profissional de futsal em flores da cunha e ae vem essa noticia ae..lamentável caros amigos,inaceitável,isso so pode ser falta de planejamento não pagar a inscrição da liga. Espero que ainda aja uma luz no fim do túnel pra essa historia ae. Eu me sinto no lugar das pessoas que se tornaram sócias pra ver jogos importante do flores da cunha futsal,impossível opinar.

  4. Nossa cidade tem inúmeros exemplos de má gestão. Esse é só mais um. Ou será que os responsáveis por gerir a coordenação da equipe ou seja lá quem for, não sabia do valor de inscrição a ser pago? E o ônibus? Foi pago? Se foi, não era melhor ter garantido a participação no campeonato primeiro? Falta de consideração com aqueles que se associaram e até pagaram um ano de mensalidade! Lamentável mais um descaso em nossa querida Flores da Cunha!

Deixe o Seu Comentário

Copyrights © 2021 Todos os direitos reservados por Jornal O Florense.