‘Janeiro Branco’ ganha destaque no município

Por Larissa Verdi – larissa@jornaloflorense.com.br | 15 de Janeiro de 2017 às 10:58

Campanha visa desenvolver ações de conscientização e informações sobre a saúde mental

A Organização Mundial da Saúde (OMS) vem alertando a população desde o início dos anos 2000 sobre o crescimento das taxas de suicídio, depressão e ansiedade. Discutir esses temas e a saúde mental como um todo é o objetivo da campanha Janeiro Branco, que ganha sua 4ª edição no Brasil com ações de conscientização e informações sobre a saúde mental. Em Flores da Cunha a ação ganhou força neste ano sob a coordenação das psicólogas Cláudia Salvador e Patrícia Borges Girardi.

Entre as ações está uma roda de conversa sobre a campanha, ocorrida ontem, dia 12, na sede da Humman – Desenvolvimento Pessoal e Profissional. Além disso, minipalestras serão realizadas ao longo do mês: terça-feira, dia 17, às 10h30min, no Centro de Saúde Irmã Benedita Zorzi, no Centro; e no dia 24, às 10h, na Unidade Básica de Saúde (UBS) Claudino Caetano Muraro, no bairro União. “É preciso desmistificar que saúde mental não é somente ausência demências ou transtornos. É muito além disso: é falar sobre a qualidade de vida e o desenvolvimento humano do ponto de vista psicológico”, destaca Patrícia. Outra ação realizada pelas profissionais é o Momento Janeiro Branco, com divulgação sobre a campanha nas emissoras de rádio.

O Janeiro Branco nasceu em Uberlândia (MG), e é uma proposta transdisciplinar, buscando mostrar às pessoas que elas podem se comprometer com a construção de uma vida mais feliz para si e para as pessoas com quem convive. O mês e a cor escolhidos não foram em vão: Cláudia explica que o simbolismo da virada de ano nos inspira a planejarmos uma vida com mais realizações e coragem na busca dos nossos sonhos. “Um momento de reflexão entre o passado e o presente, e um recomeço a partir de agora”, enfatiza a psicóloga.

A virada de um ano para o outro é um presente que a própria humanidade se deu, uma fonte de energia, de inspiração, de novas propostas, de resgate dos sonhos, de renovação das forças e de reorganização dos planos. A cor branca vem ao encontro desta renovação, uma alusão também por ser a cor a partir da qual outra pode se destacar, existir e acontecer como um projeto, como uma possibilidade – assim como a partir de uma folha em branco qualquer história pode ser escrita ou reescrita.

A cor branca nos possibilita qualquer ideia, criação, ousadia e realização. É o símbolo dos inícios, partidas e convites à criatividade. “O projeto Janeiro Branco faz deste mês um marco temporal estratégico para que todas as pessoas reflitam, debatam e planejem ações em prol da saúde mental e da felicidade em suas vidas”, frisa Patrícia. Para conhecer mais sobre a campanha basta acessar o site www.janeirobranco.com.br.

 

Objetivos do Janeiro Branco

– Fazer deste mês o marco temporal estratégico para que todas as pessoas do mundo reflitam, debatam e planejem ações em prol da saúde mental e da felicidade em suas vidas ao longo de todo o ano.

– Chamar a atenção de todo mundo para o tema da saúde mental nas vidas das pessoas.

– Aproveitar o início de todo ano para incentivar as pessoas a pensarem a respeito das suas vidas, dos seus relacionamentos e do que andam fazendo para serem verdadeiramente felizes.

– Chamar a atenção das pessoas para pensarem a respeito do que precisam mudar em suas vidas para serem, realmente, felizes.

– Mostrar às pessoas que sempre é possível o fechamento e a abertura de novos ciclos em busca da felicidade em suas vidas – afinal, ano novo, vida nova, mente nova.

 

Tweetar

Imagens:

0 comentários



Ainda não há comentários. Seja o primeiro!

Deixe seu comentário