Pedida a prisão temporária do suspeito de matar mulher em Flores da Cunha

Por Antonio Coloda – Coloda@jornaloflorense.com.br | 29 de Novembro de 2017 às 18:37

Polícia Civil procura o suspeito de assassinar Salete Witoslowski, 36 anos

Um homem de 42 anos é apontado pela Polícia Civil como principal suspeito da morte da operadora de injetora Salete Witoslowski, 36 anos, encontrada sem vida dentro do seu automóvel na manhã da última sexta-feira, dia 24 de novembro, no bairro Villaggio, em Flores da Cunha. A Polícia Civil, que ainda não sabe ou não revela o paradeiro do assassino, pediu a sua prisão temporária, que foi expedida pela Justiça ainda no dia 24, porém, somente divulgada hoje, dia 29. Salete, que foi sepultada na cidade de Alpestre (RS), foi morta com um tiro no lado direito da cabeça. Peritos que estiveram no local relataram aos investigadores que pela rigidez do corpo a mulher pode ter sido morta ainda na tarde de quinta-feira, ou à noite. O último contato da vítima ocorreu no começo da tarde de quinta, quando ela ligou para a empresa avisando que iria se atrasar para o trabalho. Ela atuava numa empresa de acessórios automotivos. O caso é tratado como homicídio, uma vez que nenhum pertence da vítima foi levado. Além disso, há relatos de testemunhas que Salete e o companheiro sofriam ameaças por parte do suposto criminoso. Ela residia com o companheiro e os dois filhos menores, de 16 e sete anos, no bairro São Cristóvão. 

 

Leia também:

Polícia investiga assassinato de mulher

Tweetar

Imagens:

0 comentários



Ainda não há comentários. Seja o primeiro!

Deixe seu comentário