Corsan de Flores da Cunha conclui nova rede de 5,6km

Por Antonio Coloda – Coloda@jornaloflorense.com.br | 25 de Novembro de 2017 às 10:17

Obra com investimento de R$ 660 mil visa ampliar o abastecimento na Zona Sul do município

Com investimento de R$ 660 mil, a Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) concluiu na primeira quinzena de novembro a ampliação da rede de água na Zona Sul de Flores da Cunha em 5,6km, beneficiando mais de 300 moradores. Cerca de 80 famílias que vivem às margens da Estrada Velha para Caxias do Sul, próximo à antiga sede campestre do Recreio Guarany e nas proximidades da capela Nossa Senhora das Dores (Dolorata), além de quatro indústrias, passaram a receber água da Corsan.

A obra teve início no começo de janeiro e incluiu a perfuração e montagem do poço artesiano com vazão de 23 mil litros por hora, construção de uma base elevada e instalação do reservatório com capacidade de armazenamento de 70m³, automação por telemetria (sistema automático de controle) e instalação de sistema de tratamento de água, além da canalização de 5,6 mil metros de rede. A melhoria irá beneficiar mais de 1,2 mil pessoas, incluindo 320 famílias das localidades de Santa Bárbara, São João, São Valentin, Dolorata e Parada Cristal.

De acordo com o gerente da Corsan de Flores da Cunha, Bruno Debon, com a instalação da nova adutora, 92% da população florense passam a ter água tratada da companhia. Também foram desativadas quatro estações de bombeamento que abasteciam os reservatórios instalados em São João e em São Gotardo, liberando mais de 200 mil litros por dia para serem consumidos por moradores da área central da cidade. O volume é suficiente para atender mais de 500 famílias. Com a medida a Corsan irá economizar cerca de R$ 12 mil mensais com energia elétrica com a redução do bombeamento.

Segundo Debon, apesar de o consumo diário permanecer em de 6,5 milhões de litros, houve uma grande diminuição no número de novas ligações neste ano. Enquanto nos primeiros meses de 2016 a média de novas ligações era de 40 por mês, atualmente a procura caiu para cerca de seis a cada 30 dias. Ainda conforme o gerente, recentemente a companhia realizou a substituição de duas bombas da adutora que abastece o bairro São José, ampliando o bombeamento de 60 mil litros por hora para 100 mil litros/hora. No começo a troca dos equipamentos apresentou problemas devido a falhas no sistema elétrico, mas o problema foi solucionado, conforme Debon, por uma equipe da Rio Grande Energia (RGE).

 

Números em Flores da Cunha

26 – Poços em funcionamento

20 mil litros/hora – Média de vazão por poço

307km – Total de canalização

6,5 milhões de litros – Consumo diário

12.100 – Total de domicílios atendidos

3.000 – Famílias atendidas na zona rural

27.000 – População atendida*

* Apenas 24% dos moradores da zona rural (cerca de 2,6 mil pessoas), onde o abastecimento ainda é feito por meio de associações, não recebem água da Corsan, o que representa 8% do total de habitantes, estimado em 29.603, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgados em agosto de 2017.

Tweetar

Imagens:

0 comentários



Ainda não há comentários. Seja o primeiro!

Deixe seu comentário