Direção do Flores Futsal anuncia que não jogará mais em Flores da Cunha

Por Antonio Coloda – Coloda@jornaloflorense.com.br | 12 de Junho de 2017 às 09:28

Representante da entidade enviou nota no grupo de WhatsApp na noite de domingo, após a sexta derrota em seis rodadas da Liga Gaúcha, manifestando falta de apoio do poder público e do setor privado

A viagem de cerca de 470km feita no sábado, dia 10, à cidade de Boa Vista do Buricá, quando perdeu por 1 x 0 para Abelc, pode ter sido a última do time do Flores da Cunha Futsal pela Liga Gaúcha, o antigo Estadual Série Ouro. Após a 6ª derrota em seis rodadas, a direção do Flores da Cunha Futsal anunciou na noite de domingo, 11 de junho, por meio de uma nota num grupo de WhatsApp, que não jogará mais em Flores da Cunha. A única equipe da Liga, entre as 12 participantes, que não somou nenhum ponto.

O motivo alegado é falta de apoio financeiro da prefeitura florense e de empresas, acúmulo de dívidas com fornecedores e salários de atletas e comissão técnica. Além disso, na nota a direção acusa o diretor de Esportes do município, Valentin Breginski, de "agir sem profissionalismo e contra a equipe". De acordo com Breginski, há cerca de dois meses, desde o desligamento da equipe da Liga Nacional de Futsal (LNF) por falta de pagamento da inscrição, ele não tem conversado com a direção. “Não tratam nada comigo, tudo com o prefeito ou com o ecônomo do Ginásio Poliesportivo”, frisa. Segundo Breginski, os únicos contatos que teve nos últimos dias foram com fornecedores e prestadores de serviço, que ligam cobrando contas. “Eles não conseguem contato com a direção, então ligam para o DMD cobrando contas do clube”, destaca.

Além de não disputar mais jogos em Flores da Cunha, a diretoria da Atcel avalia nesta semana se seguirá a disputa do torneio estadual ou se pede desligamento. Até o momento o time disputou 50% dos jogos previstos para a 1ª fase e perdeu todos. Na estreia, dia 6 de maio, foi derrotado em casa pelo América de Tapera por 3 x 1. Depois disso perdeu por 4 x 3 para a Assoeva; para o Atlântico por 5 x 2 (jogo disputado no ginásio da Escola Santa Catarina, em Caxias); foi goleado em Ibirubá pelo Asif por 8 x 0; perdeu em casa por 6 x 5 para a AES e sábado, em Boa Vista do Buricá, levou 1 x 0 da Abelc, gol de Renteria. 

Confira a íntegra da nota:

"A Atcel - Associação de Times, Cultura, Esporte e Lazer, com sede em Caxias do Sul e com nome fantasia Flores da Cunha Futsal, informa que não irá mais jogar na cidade de Flores da Cunha. Os últimos 6 meses foram de frustração da equipe e de endividamento. Sem nenhum tipo de apoio financeiro da prefeitura e/ou das empresas da cidade, além da falta de profissionalismo do atual secretário de Esportes, que agiu contra a equipe nestes meses em Flores da Cunha. Vamos sentar e conversar com o prefeito para acertar a saída do time da cidade. A Atcel tem algumas dívidas com fornecedores (moradias, ginásio e alimentação), atrasos com alguns jogadores e comissão técnica, incluindo o senhor Samuel, que pediu seu desligamento devido ao atraso no salário. A direção, com recursos próprios, paga as despesas de ginásio para podermos jogar as partidas da Liga Gaúcha, bem como arbitragem, alimentação, segurança e viagens. Estamos nos endividando cada dia mais como pessoa física, visto estarmos retirando dos nossos salários para disputarmos e pagar o necessário. Pedimos desculpas a todos que nos incentivam e na próxima semana vamos ver se seguimos a disputa do campeonato ou fechamos o futsal da Associação que hoje representa o nome da cidade Flores da Cunha."

 

Tweetar

Imagens:

1 comentários

Fernando Pivoto

13 de Junho de 2017 às 20:04

Novidade nenhuma, para mim. Já estava prognosticado desde o dia em que anunciaram o feito de quererem representar Flores da Cunha. No meu comentàrio à primeira matéria do jornal O Florense, está tudo lá escrito oque iria acontecer com esta equipe de Futsal que representaria Flores da Cunha. A realidade falou mais alto (não que me considere o gurú, mas sou observador). Abraços Fernando Pivoto

Deixe seu comentário